A esperança messiânica: os pobres do Senhor

Então, Deus reservou para si um pequeno resto por meio do qual vai prosseguir com a sua fidelidade à promessa e à aliança (Is 10,19-21).

A esperança messiânica: os pobres do Senhor

A esperança messiânica: os pobres do Senhor

A esperança messiânica: os pobres do Senhor

Estamos às vésperas da vinda do messias e Israel põe seus olhos e sua esperança nessa preciosa promessa de Deus. Porém, mais do que nunca, não são os sábios e poderosos que levarão adiante o plano de Deus, mas os pobres, um pequeno resto escolhido por Deus que permaneceu fiel.

O povo em geral não era fiel ao Deus que o libertou. Então, Deus reservou para si um pequeno resto por meio do qual vai prosseguir com a sua fidelidade à promessa e à aliança (Is 10,19-21). São aqueles que se mantiveram fiéis à eleição e aliança de Deus e esperam o cumprimento da promessa messiânica. A promessa não caminha pelo sangue de Abraão e sim por aqueles que mantiveram a fé do patriarca (Rm 4,16). Este resto foi chamado “os pobres do Senhor” (Sf 3,12), porque não tem esperanças humanas e religiosas, mas dependem unicamente da fidelidade de Deus que vai cumprir sua promessa. Eles estão dispostos a colaborar no plano de Deus sendo fiéis à eleição e Aliança.

Acompanhe-nos pelas redes sociais:

Olá, deixe seu comentário para A esperança messiânica: os pobres do Senhor

Enviando Comentário Fechar :/

Veja também os posts relacionados!